27 de agosto de 2008

A Impossibilidade de se Ver Adiante

Será que o fato de não podermos ver adiante em nossas vidas é realmente um fator limitador na busca pela felicidade? Não conheço todas as músicas do Lenine... mas fiquei pensando em uma de suas canções (das poucas que conheço).


"Meu amor o que você faria?

Se só te restasse esse dia?

Se o mundo fosse acabar

Me diz o que você faria..."


Percebo que esta é uma pergunta que não poderia ser respondida racionalmente. É preciso muito mais que a razão para entender uma situação assim. Mas mesmo assim não deixa de ser uma pergunta válida! Infelizmente, a maioria esmagadora não tem condições de responder. A incerteza do termino de nossa existência faz com que a ignoremos. Preferimos a segurança das certezas que já temos a perder tempo pensando em coisas que não teremos certeza.


Particularmente, eu não acredito em certezas... ter a certeza de que algo dará certo, que alguma coisa funcionará é jogar com a sorte. É o mesmo que adivinhar o futuro... a única certeza que tenho é que um dia, vamos deixar esta existência.


Mas estranhamente vivemos nossas vidas como se estas não fossem acabar... ou como se a longevidade humana fosse bíblica... algo na casa do 500 anos... essa equação que transforma 75 anos em 500 talvez seja o motivo para deixarmos tanta coisa para depois.


Quem sabe Rogério Flausino não esteja correto? Será que realmente:


"Vivemos esperando

Dias melhores

Dias de paz, dias a mais

Dias que não deixaremos

Para trás"


Não acho que quem espera sempre alcança... não acredito que o tempo é o senhor da razão, talvez a verdade seja que quem espera sempre se acomoda. A espera só é valida quando se sabe exatamente a hora de agir. Eu posso esperar pelo meu programa de tv favorito, pois sei exatamente quando ele começa. Algumas coisas se iniciam após outras... sabendo quando determinada situação terá fim é que poderei iniciar um novo ciclo...


Mas por que esperar para viver o que nos faz bem? Por que aceitar tantas regras impostas na nossa busca por momentos felizes? Por que tantos empecilhos?


A pergunta exata é: "E se só te restasse esse dia?"

8 comentários:

simoni boettger disse...

ai,ai,ai...engraçado como não paramos para pensar nisso mesmo...eu com toda sinceridade não sei o que faria...acho que simplesmente viveria..rimou!

beijo magico

†Drake† disse...

Ei Simoni!

Concordo, talvez viver seja a melhor resposta a essa questão que "ninguém se pergunta!

iara-alencar disse...

oi Drake, tranquilo??
curioso como musicas são capazes de despertar algo em nós nao é?

"Um dia feliz
Às vezes é muito raro
Falar é complicado
Quero uma canção"

†Drake† disse...

É verdade Iara!

Acho que sou muito musical, às vezes! :-)

lugirão disse...

Engraçado dias atrás eu ouvi esse música e pensei que ela daria um post, e a minha resposta para a pergunta.
Só consegui pensar que passaria o dia na praia, comendo caranguejo,camarão, tomando uma cerveja gelada, água de coco, jogando conversa fora, com todas as pessoas que gosto ao meu redor, e se fosse permitido morrer só de madrugada, para ainda na praia ver depois do por do sol , uma bela lua cheia surgir majestosa.(Tinha que ser na lua cheia, morrer na minguante ,seria frustante).
Para mim seria a glória, por mais simplório que possa parecer.
beijos

†Drake† disse...

Ei Lu!!

Não é simplório não! Acredito que a felicidade está na simplicidade e liberdade que fazemos as coisas...

Quanto ao caranguejo... hum... tenho dó do bichinho!! E concordo com a lua cheia! Enorme! Dando a impressão de tocar mar...

Pâmela disse...

E quem garante que esse não seja mesmo o último?

Uma das poucas certezas da vida é este não saber!

=)

†Drake† disse...

Esse é o espiríto da coisa, Pâmela! :-)

Viver cada dia como o único!

Obrigado pela visita!