22 de maio de 2008

Cuide do Seu Jardim

...




Nada como o tempo:
Com o tempo você vai percebendo que para ser feliz
com outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela.

Percebe também que aquele alguém que você ama
( ou acha que ama ) e que não quer nada com você,
definitivamente não é o alguém de sua vida.

Você aprende a gostar de você e,
principalmente, a gostar de quem também gosta de você.

O segredo é não correr atrás das borboletas...
é cuidar do jardim, para que elas venham até você.

No final das contas, você vai achar
não quem você estava procurando,
mas quem estava procurando você!

O amor é igual a uma borboleta,
quando você tenta pegá-la, ela foge,
mas quando você está distraído,
ela vem e pousa em você!


Mário Quintana



...



O segredo é não correr atrás das borboletas... é cuidar do jardim, para que elas venham até você.

Tenho que discordar de Mário Quintana. Ou melhor, das pessoas que usam essa frase para justificarem seus fracassos na procura por um objetivo.

Quando ouço alguém recitar tais palavras é como se dissesse: pare de correr atrás, de procurar, de andar sem rumo e cuide de você primeiro. Conforme-se com a sua situação, tenha paciência, cuide-se e saiba esperar que um dia, algo de bom irá acontecer. Como se fosse um modo de acalmar a ansiedade causada por carência de esperança ou alegria.

Realmente, cuidar-se é muito importante, dar atenção a si mesmo em busca de crescimento como pessoa, tanto material como espiritual, é vital para obtermos prazer e visão das oportunidades que consequentemente surgirão.

Não posso porém, concordar que devemos cuidar do jardim, deixa-lo vibrante para chamar a atenção de borboletas. O único motivo pelo qual você trabalha em seu jardim é por satisfação pessoal, (e me desculpem se parecer meio individualista) mas não quero insetos interesseiros surgindo do nada, depois de tudo pronto, e achando que podem se esbaldar... não sabem como foi solitário tratar um solo infértil... Não cuide de seu jardim com interesse em atrair borboletas, aceite-as como consequência de seu trabalho e não como objetivo.

Calma, não estou dissecando o poema, ou analisando o verso como um todo. Estou apenas utilizando de uma frase como muitos tem feito. Para que realmente tal frase tenha um significado verdadeiro é preciso conhecer o poema, que fala dentre outra coisas sobre tempo e dependência. O que digo aqui é ao pé da letra, assim como ouço outros fazerem! E é ao pé da letra que afirmo, quando queremos borboletas é porque buscamos algo que nos faça sentir importantes, algo que valha a pena se esforçar mais, alguém que queira “crescer” junto. Alguém que olhe para o jardim e, no lugar de terreno baldio veja possibilidades... alguém para somar e dividir... e não apenas subtrair.

Não perca tempo demais cuidando somente de seu jardim, é um trabalho árduo e solitário... lembre-se que o mundo está repleto de outros jardins...

Cuidar do jardim é um trabalho em busca da paz de espírito, do aprendizado, da realização pessoal...

Cuidar do jardim ou ser borboleta... a escolha é sua...

2 comentários:

Agda Gabriel disse...

Olá...passei para agradecer a vista no meu blog...pena que não comentou nada! Mas valeu, acabei por conhecer o seu e adorei. Abraços

†Drake† disse...

Agda

Obrigado pela visita e pelas palavras. Também gostei do seu blog! Aguarde "minhas" visitas! :-)

Abraços!